CULTO ao VIVO : transmissão em 30.06

+55 (42) 3223-7870 Rua Ayrton Playsant 458 Centro, Ponta Grossa, Paraná, Brasil
ACESSO para LÍDERES

O AMOR DE MÃE

por Pr Zildemar Godoy Wenceslau em 03.05.2019

Escrito por Pr Zildemar Godoy Wenceslau   
Texto base: Isaías 49.15
 
Introdução: O amor de mãe é uma amostra do amor de Deus. O profeta Isaías escreveu: “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” (Is 49.15-FIEL). Podemos comparar e dizer que:
 
1 - O AMOR DE MÃE É UM AMOR INCONDICIONAL – 

Por que o bebê não precisa conquistar o amor da mãe? Porque faz parte da natureza da mãe amar seu filho. Quando notamos numa mãe a falta desse amor, logo ficamos assustados e dizemos: isto não é normal! Não importa como sejam, ou o que tenham que passar, todas as mães oferecem naturalmente amor a seus filhos. É uma atitude instintiva. Razão pela qual podemos dizer que o amor de mãe é uma amostra do amor de Deus. A mãe se doa pelo filho: Jesus se doou por nós (Jo 3.16; Rm 5.8; Gl 2.20; 1Jo 4.9-11).
 
2 - O AMOR DE MÃE É COMO UMA FONTE INESGOTÁVEL – 

Ao nascerem indefesos como sobreviveriam os bebês? Eles precisam de alimento, cuidados e segurança. É algo vital para a vida do recém-nascido em qualquer espécie animal. Esta ação espontânea do amor da mãe preserva a vida do filho. Com o tempo a criança também passa a amar a mãe. Mas, foi a mãe que a amou primeiro, mesmo antes dela nascer. E inclusive depois de adulto o amor da mãe continua agindo - De igual forma, “nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1Jo 4.19), Deus é o nosso provedor (Mt 6.25-33; Fp 4.19), tudo vem Dele (Cl 1.15-17). Onde estaríamos nós sem Seu amor? Nem existiríamos (At 17.28).
 
3 - O AMOR DE MÃE GERA FORÇAS INEXPLICÁVEIS – 

Em 2018 na vila Teluk Dawan, no distrito de Tanjung Jabung Oriental, Indonésia, o menino Yadi Putra, de 11 anos, foi ao rio perto de casa para buscar água, quando de repente um crocodilo mordeu a sua mão e começou a arrastá-lo ao rio. Ao ouvir os gritos do menino, sua mãe Rasmi, de 37 anos, lançou-se imediatamente ao rio para ajudar. - "Mergulhei no rio simplesmente para arrancar o meu filho da mordida do crocodilo e, quando eu me aproximei dele, o crocodilo o soltou e foi embora. Não me importava se havia outro crocodilo que pudesse me atacar de súbito, estava focada em salvar o meu filho que já havia sido arrastado a 15 metros da margem", disse a mãe corajosa. - Da mesma forma, o amor inexplicável de Deus fez o Criador tornar-se em criatura, para vir a este mundo perdido, só para nos salvar (Fp 2.6-8).
 
Conclusão – O amor de mãe é como o amor de Deus: inexplicável, inesgotável e incondicional. Porém, assim como muitos filhos rejeitam o amor da mãe, há aqueles que rejeitam o amor de Deus. Vale lembrar, que o amor de Deus supera até o amor de mãe, porque: ainda que uma mãe possa esquecer-se do filho que cria, Deus jamais se esquecerá de você.

O AMOR DE MÃE